Como podemos ajudar?

Nossa história

A Udacity nasceu em 2011, de um experimento na Universidade de Stanford. Sebastian Thrun, na época à frente do Google X, e Peter Norvik, à frente do departamento de pesquisas do Google, disponibilizaram uma classe de introdução à inteligência artificial online, que em poucos meses chegou a incríveis 160 mil inscritos espalhados pelo mundo todo.

Motivado pelo resultado do experimento, Sebastian deixou o Google para fundar a Udacity, com o propósito de democratizar o acesso à educação de alta qualidade no mundo, formando profissionais altamente qualificados para trabalhar com tecnologia de ponta nas empresas mais inovadoras do mundo.

No final de 2013, após analisar os resultados de milhares de estudantes inscritos nos MOOCs (Massive Open Online Courses) da Udacity, Sebastian observou que apenas uma pequena parcela, menor que 10%, chegava a concluir os cursos com sucesso. A observação, documentada nos artigos abaixo, motivou uma mudança de curso importante na história da Udacity e da educação online:

FastCompany: Udacity’s Sebastian Thrun, Godfather Of Free Online Education, Changes Course
The New Yorker: Why MOOCs are failing the people they're supposed to help
The New York Times: After Setbacks, Online Courses Are Rethought

O que se seguiu a isso foi a criação dos Nanodegree, cursos curtos baseados em projetos cocriados em parceria com algumas das principais empresas de tecnologia do mundo, como o Google, Facebook, Amazon, Twitter, IBM, etc. A criação desse novo modelo de ensino online, no qual os estudantes aprendem através da realização de projetos, para os quais recebem feedback personalizado de experts da indústria, transformou completamente a experiência de aprendizado online. Graças aos Nanodegree, o engajamento em cursos online aumentou múltiplas vezes.

O sucesso dos Nanodegree motivou a criação de uma série de cursos nas áreas de Inteligência Artificial, Carros Autônomos, Robótica, Desenvolvimento de Aplicativos Móveis, Desenvolvimento Web, e Realidade Virtual. Novas parcerias foram firmadas com ainda mais empresas de tecnologia de ponta.

No final de 2015, a Udacity levantou US$105 milhões a um valuation superior a US$ 1 bilhão, tornando-o um unicórnio - apelido dado a empresas no Vale do Silício com valor acima de 1 bilhão de dólares. O aumento de capital foi fundamental para expansão internacional.

No início de 2016, a Udacity começou a planejar sua entrada no Brasil. Em julho de 2016, começou a servir estudantes brasileiros com Nanodegrees traduzidos para o português, oferecendo também suporte em português e preços mais acessíveis, adequados à realidade brasileira.

Desde então, a Udacity Brasil dobra de tamanho a cada trimestre. O Brasil é o 2o país mais importante para a Udacity no mundo, atrás apenas dos EUA. 

Esse artigo foi útil?

Ficamos felizes em saber disso!

Obrigado! Utilizaremos seu feedback para melhorar nossos artigos.